Pular para o conteúdo principal

Follow us on

Follow us on

Follow us on

Aptis, o ônibus elétrico da Alstom, recebe seu primeiro pedido para Estrasburgo

Download as PDF
Press contacts - Corporate

Coralie Collet

Send an email

Tel: + 33 (1) 57 06 18 81

Samuel Miller

Send an email

Tel: + 33 1 57 06 67 74

Press contact - France Great East

Céline Grussenmeyer

Send an email

Tel: +33 388900440

Press contacts - Germany

Stefan Brauße

Send an email

Tel: +49 (0)163 77 36 705

Press contacts - Italy

Manuela Bozzolan

Send an email

Tel: +39 02 24348435

Press contact - Brazil

Ana Caiasso

Send an email

Tel: + 55 11 99659-2743

12 de março de 2019 - A Alstom recebeu o primeiro pedido para seu ônibus 100% elétrico, o Aptis, para a empresa de transportes de Estrasburgo CTS (Compagnie des Transports Strasbourgeois). Trata-se de um contrato para 12 Aptis, cada um com 12 metros de comprimento e equipado com três portas. Serão os primeiros ônibus elétricos a reforçar a frota de veículos da CTS.

Graças a seu design inovador, o Aptis oferece uma experiência única aos passageiros. Seu sistema de auxílio à parada para alinhamento com a calçada, seu piso baixo e plano e portas duplas largas permitem fácil circulação e embarque para pessoas com mobilidade reduzida e carrinhos de bebê. Equipado com grandes janelas panorâmicas ao longo de todo o seu comprimento, o Aptis oferece 25% mais superfície de janela do que um ônibus padrão, e uma área de assentos traseira com vista panorâmica.

"Estamos muito orgulhosos por termos recebido este primeiro pedido do Aptis, nossa solução de mobilidade 100% elétrica. O Aptis é projetado pelas equipes da Alstom na unidade de Hangenbieten, na Alsácia. Estamos muito satisfeitos com a confiança demonstrada em nós pela CTS," afirmou Jean-Baptiste Eyméoud, Presidente da Alstom na França.

Os veículos solicitados por Estrasburgo são projetados para o modo de carregamento noturno no pátio. O Aptis também está disponível para carregamento no final de cada linha usando soluções de carregamento terrestre (SRS) ou carregamento através do topo (pantógrafo inverso).

O Aptis foi projetado para garantir um custo total otimizado. Isso é possível graças à manutenção e aos custos operacionais reduzidos e uma vida útil mais longa do que a de um ônibus padrão e à maior capacidade de passageiros. Para as autoridades locais, portanto, o objetivo é ter um custo total equivalente ao dos ônibus diesel padrão atuais.

Desde setembro de 2018, o Aptis também é referenciado pelo CATP, o escritório central de compras da França para o transporte público, em sua oferta de ônibus elétrico destinada a compras públicas pelas autoridades locais.

Desde que o protótipo foi apresentado, em março de 2017, mais de 40.000 quilômetros foram percorridos em condições reais de operação por quatro veículos de teste na França  e em outros países da Europa . Esses ensaios permitiram testar as características do Aptis, sua performance de inserção , sua capacidade de autonomia e seu sistema de direção assistida. O Aptis ganhou o prêmio Innovation na feira Busworld em 2017.

[1] Paris (linhas 21 e 147 da RATP), Lyon, Estrasburgo, Marselha, La Rochelle, Nantes, Le Mans, Orléans, Versailles, Lourdes, Toulon, Tarbes, Grenoble e Montpellier.

[2] Bélgica, Alemanha, Holanda, Espanha.

[3] Uso otimizado da área de superfície em viradas (-25% comparado a um ônibus clássico)