Pular para o conteúdo principal

Follow us on

Follow us on

Follow us on

Alstom obtém a certificação antissuborno ISO 37001 para a América Latina

Press contacts - South Latin America

Leandra Santos

Send an email

Tel: + 55 11 98370 0639

30 de maio de 2019 – Depois de se tornar a primeira empresa francesa a obter a certificação AFAQ ISO 37001 para França e Europa em 2017, a Alstom obteve o mesmo reconhecimento para os países que opera na América Latina, após auditorias realizadas no segundo semestre de 2018 nas unidades da empresa no Brasil e Chile.

A certificação da América Latina significa que a Alstom comprovadamente aplica suas medidas em todos os territórios em que opera.

A norma internacional ISO 37001, introduzida em outubro de 2016, defende uma série de medidas para ajudar organizações de todos os portes, tanto privadas quanto públicas, a prevenir, detectar e combater o suborno por meio da implementação de um sistema de gestão antissuborno.

"Esta certificação reforça o compromisso da Alstom com a ética e demonstra os esforços consideráveis ​​feitos internamente para melhorar constantemente nosso Programa de Integridade por meio de políticas e procedimentos adequados, e também treinamento, comunicação e valores éticos, implementados pelo nosso Departamento de Ética e Compliance em todos os níveis da organização", afirma Michel Boccaccio, Vice-presidente Sênior na América Latina. 

As auditorias, conduzidas pela Certificação AFNOR, realizaram a verificação da implementação sistemática e aplicação do sistema antissuborno da Alstom, de acordo com a norma ISO 37001. Também foi realizada a averiguação da política de Ética e Compliance, do Código de Ética do Grupo, e a verificação das instruções relacionadas aos procedimentos anticorrupção existentes e ferramentas de treinamento associadas.

Os pontos fortes destacados pela Certificação AFNOR incluem o "tone from the top": o papel da gerência em difundir uma cultura ética dentro da empresa, procedimentos bem adaptados aos riscos e totalmente implementados nas regiões, o envolvimento direto dos funcionários através de uma rede de mais de 300 embaixadores de Ética e Compliance espalhados por todas as unidades da Alstom ao redor do mundo e a constante melhoria do programa de integridade desde as primeiras auditorias feitas no início de 2017.