Alstom inaugura ampliação da sua fábrica em Taubaté

Download as PDF
Press contact - Samuel Miller

Samuel Miller

Send an email
Press contact - Latin America

Ana Caiasso

Send an email
Investor relations

Martin Vaujour

Send an email

Estelle Maturell Andino

Send an email
  • Unidade industrial atenderá projetos nacionais e internacionais

  • Infraestrutura industrial da fábrica a torna referência no mercado latino-americano e uma referência global de excelência na produção de carros em aço inoxidável

7 de Novembro de 2022 – A Alstom, líder global em mobilidade inteligente e sustentável, inaugurou a ampliação de sua fábrica de material rodante em Taubaté (SP), na presença de seu CEO e Presidente do Conselho, Henri Poupart-Lafarge. O evento aconteceu hoje na própria unidade com a participação de clientes, parceiros, funcionários e autoridades municipais e estaduais e celebrou o início de uma nova trajetória na história da empresa no Brasil.

A Alstom investiu R$ 100 milhões para ampliar e modernizar o site industrial, triplicando a área construída, que agora passou para 60 mil m². O investimento faz parte da estratégia de crescimento da companhia, após a assinatura de seis contratos nacionais e internacionais. A produção de dois projetos já começou e a previsão é que todos estejam concluídos gradativamente até 2028. Mais de 170 trens (mais de 940 carros) serão produzidos pela Alstom em Taubaté para as cidades de São Paulo (Brasil), Santiago (Chile), Taipei (Taiwan) e Bucareste (Romênia), destacando a capacidade da instalação de contribuir para projetos de mobilidade em nível global. 

Além do investimento na unidade industrial para atender aos atuais projetos, a empresa está contratando gradativamente até março de 2023 cerca de 750 colaboradores no Estado de São Paulo, dos quais 700 atuarão na unidade Taubaté. Para isso, cerca de 500 profissionais estão sendo capacitados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI Taubaté para atuar diretamente na produção dos projetos.

Henri Poupart-Lafarge

“Temos buscado oportunidades estratégicas para continuar crescendo e apoiando comunidades na transição para o transporte de passageiros e de carga com emissões baixas e zero. Celebrar a expansão desta fábrica no Brasil é extremamente importante para reforçar nossa posição como referência global em mobilidade sustentável e inovadora, qualidade e satisfação do cliente na indústria metroferroviária”.

Henri Poupart-Lafarge
Alstom CEO and Chairman of the Board

Henri Poupart-Lafarge, ressaltou, durante o evento, a importância da ampliação da fábrica para alavancar os recursos industriais para aumentar a competitividade da empresa nos mercados onde está presente, seja no Brasil ou em qualquer outro país ou região em âmbito global. “A indústria da mobilidade é atividade essencial para o mercado mundial e para a sociedade em geral. Temos buscado oportunidades estratégicas para continuar crescendo e apoiando comunidades na transição para o transporte de passageiros e de carga com emissões baixas e zero. Celebrar a expansão desta fábrica no Brasil é extremamente importante para reforçar nossa posição como referência global em mobilidade sustentável e inovadora, qualidade e satisfação do cliente na indústria metroferroviária”.

Henri Poupart-Lafarge também enfatizou a importância de apoiar a transição para a mobilidade de baixo carbono.

“A mobilidade sustentável e a responsabilidade social estão no DNA da Alstom e refletem quem somos, seja projetando soluções, adquirindo ou fabricando componentes, montando e instalando equipamentos ou mantendo e operando ativos ferroviários. O mundo precisa se envolver em uma complexa transição ambiental e social para poder enfrentar os grandes desafios da urbanização, do desenvolvimento econômico e das mudanças climáticas. Devido ao seu papel essencial em nossas sociedades, o transporte está no centro dessa mudança de paradigma. Para que isso aconteça, são necessárias uma atualização significativa e a otimização do setor ferroviário, espinha dorsal da mobilidade sustentável. Isso significa melhorar a eficiência, o consumo de energia, a execução de manutenção, a capacidade e a experiência do passageiro”, conclui Henri Poupart-Lafarge.

> 170
trens serão produzidos pela Alstom em Taubaté
750
profissionais estão sendo contratados no Estado de São Paulo
€14 M
Alstom investiu €14 milhões (R$ 100 milhões) para ampliar e modernizar o site industrial

Michel Boccaccio, Diretor Geral da Alstom para a América Latina e Presidente da Alstom no Brasil, acrescenta: “Há 67 anos no Brasil, a Alstom vem atuando ativamente no desenvolvimento do setor de mobilidade ferroviária. Com muito orgulho e determinação, mantemos nosso foco no futuro, sempre acreditando no potencial não só do Brasil, mas também da região de Taubaté, onde implementamos nossa fábrica. Celebrar a ampliação desta unidade é também garantir ao mercado e aos nossos clientes o compromisso da Alstom em continuar desenvolvendo e entregando produtos de qualidade que contribuirão cada vez mais para a mobilidade inteligente e sustentável no Brasil e no mundo.”

Os seis projetos que a Alstom produzirá em Taubaté:

• Trinta e seis trens Metropolis de 8 carros cada para Linhas 8 e 9 da Rede Metropolitanos de São Paulo;

• Vinte e dois trens Metropolis de 6 carros da Linha 6 – Laranja de metrô de São Paulo;

• Trinta e sete trens Metropolis, com 5 carros cada, para a Linha 7 do Metrô de Santiago do Chile;

• Treze trens (78 carros) para a Linha 5 do Metrô de Bucareste, Romênia;

• Trinta e cinco trens Metropolis de 4 carros cada para extensão da Linha 7 do Metrô de Taipei, Taiwan

• Vinte e nove trens Metropolis de 4 carros cada para Fase II da Linha Circular de Taipei, Taiwan.

Alstom™ e Citadis™ são marcas registradas da Alstom Group.

Alstom Taubaté

Inaugurada em 2015, a unidade industrial da Alstom em Taubaté é centro de excelência em produção de carros em aço inoxidável e está estrategicamente instalada em um polo industrial, ao lado de duas importantes rodovias do país, a Dutra e a Carvalho Pinto, e próxima ao Porto de Santos, o maior complexo portuário da América Latina.

A unidade foi responsável pela produção de 27 carros Citadis para o VLT do Rio de Janeiro, que foram fabricados em tempo recorde para as Olimpíadas de Verão no Brasil, demonstrando a agilidade, o comprometimento e o foco no cliente da Alstom. O projeto foi o segundo no mundo a ter um sistema 100% livre de catenária. Após a conclusão do contrato do VLT, a fábrica também produziu os carros NS16 para o Metrô de Santiago, no Chile.

Com os atuais investimentos e após a transferência das instalações e atividades da antiga unidade Alstom Lapa, que foi a primeira fábrica de trens da história do setor ferroviário da América Latina, a Alstom Taubaté passa a ter a infraestrutura para se tornar referência no mercado latino-americano, se preparando para um futuro próspero e repleto de oportunidades, tanto nacional como internacionalmente.

Alstom Brasil

A Alstom tem participado ativamente do desenvolvimento da infraestrutura do Brasil, contribuindo para o progresso social e respeitando o meio ambiente. Sua história no país iniciou em novembro de 1955, quando o Rio de Janeiro sediou a assembleia da constituição da Mecânica Pesada S.A.. Neste período, o grupo Schneider se tornou o principal acionista da empresa, resultando no desenvolvimento da Alstom no Brasil. No setor de transportes, no qual a Alstom se dedica exclusivamente desde 2015, a empresa tem presença marcante desde o início da sua operação no país.

A Alstom é líder em mobilidade ferroviária no mercado brasileiro e protagonista de grandes momentos do setor ferroviário, como a construção da primeira fábrica de trens de passageiros do país e o maior acordo de exportação do setor ferroviário brasileiro para o fornecimento de vagões para a metrôs de Santiago, Chile, e Nova York, nos Estados Unidos, assinado em julho de 2002. Em 2014, a empresa participou do maior projeto da história de trens suburbanos na África do Sul. Recentemente, a contribuição da Alstom para o setor de transporte ferroviário é comprovada por produtos e serviços entregues às principais operadoras de passageiros do país, como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE ), Recife (PE) e Brasília (DF), além do bonde do Rio de Janeiro.

Boulevard Olimpico / Copyright Marcel Fonseca

Alstom no Brasil

Read more